sábado, 25 de dezembro de 2010

Let´s Rock




Meu amigo Fá ( http://twitter.com/#!/fa_trauma ) solicitou que eu fizesse a análise do disco Guilty Beat, da banda Ócio. Bueno.
Antes de tudo fui buscar algumas informações a respeito da banda. Os caras são capixabas, com exceção da baterista neozelandesa Jaana Mae. Os outros dois são o baixista Rod Larica ( que sobrenome, heim? ) e o guitarrista, vocalista e aparentemente cérebro do grupo (sem ofensa aos outros dois) Dan Furlan ( se esta impressão estiver errada, por favor, me corrijam).
O álbum é de uma simplicidade e beleza cativantes. Típico exemplo em que a técnica musical é, muito convenientemente neste caso, ofuscada pela criatividade e feeling musicais, o que, nas situações certas, é perfeitamente aceitável.
A loirinha Jaana canta com uma suavidade que passa a dose certa de calma em meio aos vocais nervosos de um dos dois vocalistas, sinceramente não sei se o baixista ou o guitarrista, mas que canta com a pegada de um Julian Casablanca.
A grande sacada, na verdade, é o clássico trio guita, baixo e batera. Os três tocando músicas concisas e diretas, sem floreios, só bom e velho rock. Alguma influência Grunge e de Indie rock são visíveis, mas sem que faça o som perder sua personalidade e originalidade.
Se precisasse destacar uma música destacaria “Overmotivated”, faixa 3 do álbum. Mas todas têm o mesmo nível de qualidade, pode confiar.
Resumindo, junkie rock pra se ouvir entornando uma bela cerveja bem gelada, sem compromisso. Vinte e poucos minutos de música boa.
Recomendo.

Segue abaixo o link dos caras no myspace:
http://www.myspace.com/ocioband
Cliquem e tirem suas próprias conclusões.
Hasta luego.

3 comentários:

Giovana Ramos disse...

nao entendo como tu pode ter se incluido na minha critica sobre blogs! parabens, es foda!

Kelvim Vargas Inácio disse...

Acompanho o voto da relatora: És foda!

Jean Carlos disse...

Gostei dessa banda! Acho que é a primeira que o Fá apresenta que realmente é boa!